quinta-feira, 8 de junho de 2017

PROFESSORA ILKA SERRA, COORDENADORA GERAL DO NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA UEMA, PARTICIPA DE SEMINÁRIO SOBRE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA NO RN



A  coordenadora  Geral do Núcleo de Tecnologias para Educação da UEMA e presidente do Fórum da Universidade Aberta do Brasil, Ilka Serra, participou, NO mês  passado, do  Seminário Internacional de Educação a Distância (SEMEAD), realizado no Campus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN).

Durante o evento,  Ilka Serra mediou a mesa redonda que discutiu o “Cenário Político Atual e Educação a Distância”, no qual relatou um pouco da sua experiência em coordenar o UEMAnet, vertente da UEMA responsável pela educação mediada pela tecnologia e que desponta no Brasil como referência em Educação a Distância.

A intenção do SEMEAD é criar um espaço voltado para a compreensão do cenário atual e as perspectivas teóricas de trabalho com EaD, além de compartilhar experiências educacionais nessa área, promovendo sessões temáticas com a apresentação de trabalhos científicos, palestras e mesas redondas com discussões de temas da área.

A professora Ilka falou ao educação em pauta, que o Brasil tem modelos bastantes complexos e que necessita de uma educação qualificada.

A educação a distancia superior no Brasil surgiu nos meados de 2006 como essa nova perspectiva de democratizar e possibilitar a inclusão social principalmente, segundo a professora Ilka Serra, a Educação a Distancia no Brasil, se diferencia do modelo Americano e Europeu pelo seguinte: Nos modelos Americano e Europeu foi pensado em um modelo on line para quem já estava incluído na educação enquanto que no Brasil o modelo foi pensado em incluir quem não tem  a possibilidade de fazer educação.

O modelo de Educação hoje desenvolvido no Brasil pela UEMAnet é um modelo que não é totalmente  a distância é um modelo semi presencial que vem se destacando e sendo copiado em vários países