quarta-feira, 3 de maio de 2017

Polícia ouve depoimentos sobre ataque a aldeia indígena

cimi_1_(Medium)


Indígenas Gamela da aldeia Cajueiro Piraí, localizada em território retomado em 2015 (Foto: Ana Mendes/CIMI)

O governo do Maranhão informou que as investigações para apurar os autores do ataque a uma aldeia indígena no último domingo (30) iniciaram-se com o depoimento de agricultores, posseiros e indígenas que moram no local. De acordo com as autoridades, um inquérito policial foi aberto para investigar o crime, que deixou feridos 13 indígenas da etnia Gamela em uma aldeia localizada em Viana (MA).




Polícia Civil foi à aldeia Cajueiro Piraí (Foto: Ana Mendes/CIMI)

"As forças de segurança permanecerão atuando para garantir a integridade física dos cidadãos, enquanto todos aguardam o pronunciamento do governo federal sobre a questão indígena em debate", informou o governo do Maranhão, por meio de nota, sobre o que classificou de "grave situação de violência". Na região, que é palco de conflitos agrários, os indígenas foram atacados por homens armados com facões e armas de fogo.
Diferentemente das primeiras informações, nenhuma pessoa teve a mão decepada. "Conforme boletins médicos, em face da agressão sofrida, um dos gamelas teve fraturas expostas nos braços. A equipe médica interveio e fez cirurgia para resolver a grave lesão. A cirurgia foi realizada e, até aqui, o paciente vem tendo evolução. Permanece internado em hospital do governo do estado e devidamente assistido por equipe médica", informou a secretaria da Comunicação Social e Assuntos Políticos do Maranhão.
Ainda segundo o governo, das sete pessoas que foram atendidas em hospitais municipais e estaduais, cinco são gamelas e três permanecem internadas.
Mais cedo, a Fundação Nacional do Índio (Funai) disse que criou uma frente de trabalho para visitar o Povoado de Bahias, área dos gamela.


Fonte: Agência Brasil 

POSTAGEM EM DESTAQUE

LICENÇAS DA POLÍCIA CIVIL PARA FESTAS VÃO DEPENDEM DE LIBERAÇÃO DA SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE

As licenças da Delegacia de Polícia Civil para festas na cidade de Coelho Neto - MA dependem agora da liberação por parte da Secretari...