domingo, 16 de abril de 2017

Vacinação contra a gripe começa nesta segunda-feira (17)

Resultado de imagem para Vacinação contra a gripe

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), mobilizou e capacitou profissionais de saúde para 19ª Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza, que será no período de 17 de abril a 19 de maio. O Maranhão receberá 1.864.000 doses da vacina.

Ao todo, 150 coordenadores de imunização de todo o estado participaram do Seminário de Sensibilização da Campanha de Vacinação Contra a Influenza, realizado dias 30 e 31 de março. De acordo com Helena Almeida, chefe do Departamento do Controle das Doenças Imunopreviníveis da SES, com a capacitação, os municípios estão aptos para iniciar a campanha, mobilizar a população e bater as metas estabelecidas para cada um deles.

“Nós tivemos dois dias de treinamento, em que os coordenadores de imunização receberam todas as orientações sobre a estratégia da campanha para este ano. Essa semana ainda, eles começam a receber as primeiras doses da vacina e, no próximo dia 17, iniciamos a campanha”, explicou.

No Maranhão, as vacinas serão distribuídas entre as 19 Unidades Regionais de Saúde, em sete etapas, sendo mantido 6 de maio como o dia “D” de mobilização de vacinação contra influenza.

“As vacinas estarão disponíveis nos postos de saúde e unidades básicas de saúde dos municípios. Nesse primeiro momento, daremos ênfase à vacinação dos grupos prioritários, que são os doentes crônicos, as gestantes, crianças de seis meses a menores de cinco anos, mulheres com até 45 dias após o parto, idosos, trabalhadores da saúde, funcionários do sistema prisional, população privada de liberdade e os povos indígenas”, explica Helena Almeida.

Este ano, o público alvo da vacinação contra influenza compreende 60 milhões de pessoas em todo o país. A meta do Ministério da Saúde é vacinar 90% dos grupos elegíveis para a vacinação.

A Influenza é responsável por um grande número de internações hospitalares no país. Com a vacinação, o Ministério da Saúde espera reduzir o número de pessoas infectadas com as doenças, diminuindo também seus desfechos mais graves que podem levar até a morte. Os dados demonstram, ainda, que a vacinação pode reduzir entre 32% a 45% o número de hospitalizações por pneumonias e de 39% a 75% a mortalidade por complicações da Influenza.


Grupos prioritários da vacinação contra Influenza:

Crianças de 6 meses a menores de 5 anos (Crianças que vão tomar a vacina pela primeira vez devem tomar uma dose de reforço 30 dias após receberem a primeira dose);

Gestantes (A vacinação das grávidas poderá ser feita em  qualquer idade gestacional);

Puérperas;

Trabalhador de saúde da rede pública ou privada;

Povos indígenas;

Indivíduos com 60 anos ou mais de idade;

População privada de liberdade;

Funcionários do sistema prisional;


Pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis ou pessoas portadoras de outras condições clínicas especiais


Fonte: ascon

POSTAGEM EM DESTAQUE

LICENÇAS DA POLÍCIA CIVIL PARA FESTAS VÃO DEPENDEM DE LIBERAÇÃO DA SECRETARIA MUNICIPAL DE MEIO AMBIENTE

As licenças da Delegacia de Polícia Civil para festas na cidade de Coelho Neto - MA dependem agora da liberação por parte da Secretari...